Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 18 de junho de 2011

FURUNCULOSE



é uma infecção bacteriana do folículo piloso e da glândula sebácea anexa, causada pelo Staphylococcus aureus. Geralmente, é restrita a pele, não havendo comprometimento sanguíneo nem de outros órgãos. O agrupamento de furúnculos é denominado de Antraz.

O furúnculo apresenta-se como um nódulo doloroso, circunscrito, endurecido, quente e centrado por um pêlo, através do qual elimina o material necrótico e purulento após alguns dias, evoluindo com formação de uma úlcera que resulta numa cicatriz mais escura que a pele adjacente. O tamanho do furúnculo é diretamente proporcional à profundidade da infecção e ao tamanho do folículo infectado. As lesões ocorrem preferencialmente no nariz, axilas e região glútea, mas podem comprometer qualquer área cutânea exceto a região palmo-plantar e mucosas, já que elas não possuem folículos pilo-sebáceos. O uso de substâncias gordurosas e de roupas justas favorece o seu aparecimento devido à oclusão dos folículos pilosos e ao atrito respectivamente.

O surgimento de um furúnculo não significa que haverá a recorrência de outras lesões similares a qual chama-se de furunculose. A sua ocorrência é favorecida por certos fatores, tais como: alcoolismo, má-nutrição, diabetes mellitus, dermatite atópica, distúrbios hematológicos, imunossupressão, estado de portador nas fossas nasais e contaminação das dobras cutâneas com o S. aureus. Além disso, pode complicar o curso de outras doenças cutâneas como pediculose e escabiose.

Habitualmente, o furúnculo evolui sem problemas, pode complicar com evolução para a furunculose. Além disso, quando há uma deficiência do sistema imune, gerando uma barreira de proteção ineficaz; pode haver uma disseminação da bactéria através do sangue que resulta no comprometimento de órgãos distantes como ossos coração. E também, a possibilidade de disseminação por contigüidade para outros folículos pilosos.

O tratamento é feito com o uso oral de antibióticos e a aplicação de calor local como adjuvante. A drenagem cirúrgica pode ser realizada e traz alívio imediato da dor.

A prevenção é feita inicialmente com o tratamento com antibiótico de todos furúnculos, e tem seguimento com a eliminação do estado portador, sem doença, no nariz. Associa-se a lavagem freqüente das mãos, ao uso de anti-sépticos, a troca freqüente de toalhas, fronhas e roupas íntimas.

s

Áreas com sudorese e atrito intenso.
Oclusão da virilha e das nádegas pelas roupas, sobretudo em pacientes com hiperhidrose.
Anormalidades foliculares, como comedões, pápulas e pústulas acneiformes são encontradas com freqüência nas nádegas e axilas de indivíduos com furunculose recidivantes.
Clinica

Inicia-se como pápula vermelha profunda, sensível, firme, que aumenta rapidamente formando um nódulo sensível e profundo que permanece estável e doloroso por dias, tornando-se flutuante. A temperatura é normal e não há sintomas sistêmicos. A dor torna-se moderada a grave a medida que o material purulento se acumula. É freqüente nos pacientes HIV- positivos.

Antraz

São agregados de furúnculos infectados

.A erupção tem origem profunda na derme e tecido subcutâneo, formando ampla massa vermelha, edemaciada, de evolução lenta, profunda e dolorosa, que aponta e drena através de múltiplas aberturas. Locais mais freqüentes: nuca, dorso e face lateral da coxa.

Tratamento

Compressas quentes e úmidas
Incisão, drenagem e compressão.
Antibióticos anti-estafilocócicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário