Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 9 de junho de 2011

DERMATITE DE CONTATO


O QUE É?

A Dermatite de Contato é uma doença bastante comum, afetando a pele de muitas pessoas, causando não só aquela coceira indesejável como provocando problemas estéticos, que muitas vezes deixam as pessoas envergonhadas, principalmente quando o problema é em locais visíveis. Em certos casos, a dermatite de contato pode até mesmo prejudicar certas profissões, como acontece para as pessoas que lavam roupas manualmente, ou até mesmo pintores, que estão frequentemente em contato com tintas e solventes. Como o nome já diz, a dermatite de contato é uma inflamação da pele, causada por uma substância que entra em contato com o corpo. é interessante notar que existem dois tipos de dermatite de contato. Um deles é causado por substâncias que irritam a pele, por isso chamados irritantes. Neste grupo, a pessoa não precisa ser alérgica para desenvolver a doença, pois o mecanismo de formação da doença não envolve uma reação imunológica, como acontece nas dermatites de contato alérgicas. Nestas, o individuo só começa a apresentar os sintomas de dermatite se ele for sensível àquele determinado alérgeno. Na verdade, os sintomas das duas dermatites são semelhantes e fica difícil muitas vezes diferenciar uma da outra.

Tipos de Dermatite de Contato:

Causada por Irritantes
Causada por Alergias
DERMATITE POR IRRITANTES

Existem vários produtos normalmente utilizados que podem provocar essa inflamação na pele. Como foi citado, qualquer pessoa pode ter dermatite, basta que ela entre em contato com um dos agentes irritantes que irão desenvolver a doença. Dos irritantes, os mais comuns são os sabões e detergentes. Eles normalmente eliminam a camada de óleo que temos na nossa pele que ajuda a nos proteger contra doenças. Com isso,a pele fica mais sensível, provocando coceira e irritação. Muitas vezes, o próprio resíduo de sabão que fica na pele após nos lavarmos pode provocar a irritação encontrada na dermatite. Também o álcool, tintas e solventes são agentes irritantes para a pele, provocando a dermatite. Além deles, podemos citar os produtos de limpeza como cândida e outros como irritantes da pele. Mesmo o plástico e alguns metais podem provocar a dermatite de contato. Como sempre, a doença pode acometer algumas pessoas e não outras. Isso acontece devido ao fato de cada um tem um tipo de pele diferente do outro. Os locais mais afetados são aqueles em que a camada de pele é mais fina, como nas pálpebras, genitais e no rosto. Também as regiões mais úmidas do corpo são mais susceptíveis à dermatite de contato, pois a umidade aumenta a irritação da pele. é bom lembrar que peles muito secas também se irritam facilmente.

SINTOMAS

Os sintomas e sinais variam conforme a potência do irritante e o tempo em que a pele ficou em contato com ele. Se o agente irritante for muito forte, os sintomas podem aparecer logo após o contato. Já nos casos mais leves, a irritação só surge com o tempo, principalmente com o uso repetido dos produtos irritantes. O que se nota normalmente são lesões secas e descamativas, principalmente nas mãos e braços. Nas lesões mais graves notam-se bolhas, intensa vermelhidão, rachaduras na pele ou mesmo úlceras, dependendo do caso. Além disso, a pessoa se queixa de coceira, às vezes queimação, ou até mesmo dor nos locais afetados.

DIAGNÓSTICO

Em geral, o doente nota que apareceu a irritação logo após o uso de determinado irritante. Mas nem sempre é possível saber o que é que está causando a dermatite, principalmente se existem vários irritantes em questão ou se o problema já vem ocorrendo há algum tempo. O melhor jeito de saber nesses casos é colocar uma pequena quantidade de cada irritante em contato com a pele e notar qual é o que provoca a reação.

TRATAMENTO

A melhor forma de contornar esse problema é detectar qual é o agente que está provocando a irritação e evitar entrar em contato com ele. Se não é possivel evitar o contato em si, usar algum tipo de proteção, como o uso de luvas quando lavar roupas, louças ou na limpeza da casa. As melhores luvas são as de vinil, em relação às de latex, pois causam menos alergia. Se for o caso, coloque uma luva de algodão puro em baixo da de vinil, pois a luva de algodão ajuda a absorver o suor das mãos, evitando que cause irritação. Para aqueles que tem a pele muito seca, é bom usar sempre um creme hidratante para evitar que a pele se irrite. Outro fator importante é evitar lavar as mãos com água muito quente, pois irrita mais a pele. Utilize-se das máquinas como as de lavar roupa e de lavar pratos, se possível. Procure produtos de limpeza e sabões que sejam mais delicados para a pele. Para o rosto, mãos ou mesmo para tomar banho, prefira os sabonetes neutros ou aqueles para pele sensível. Quando possível, compre produtos que não contenham perfume, pois causam menos problema para a pele. Quando houver necessidade, o médico poderá prescrever um creme a base de corticoide para solucionar o problema.

DERMATITE POR ALERGIAS

As dermatites de contato alérgicas são muitos semelhantes às dermatites por irritantes no aspecto externo, porém a grande diferença é na maneira com que a doença se desenvolve. No caso das alergias, as lesões na pele só irão aparecer naquelas pessoas que são alérgicas a determinados agentes, os chamados alérgenos. Para que haja a reação alérgica, a pessoa primeiro entra em contato com a substância alérgena e se torna sensível àquele agente. O corpo então registra aquele agente como um agressor e, se a pessoa entrar em contato novamente com ele, começará a reação alérgica. Portanto, a dermatite só aparece depois de algum tempo. às vezes, são necessárias várias exposições para que a pessoa se torne sensível. Quanto maior for a sensibilidade e quanto mais tempo a pessoa tiver contato com o agente agressor, maior será a reação alérgica. Várias substâncias podem desenvolver alergia de contato. Poderemos citar algumas, como o níquel (encontrado em bijuterias e mesmos jóias finas), plantas, borracha (Latex), perfumes, maquiagem, e outras. Até mesmo o sol pode provocar alergia para determinadas pessoas.

A alergia ao níquel é bastante comum,já que vários produtos contém esse agente em sua fórmula. é o caso das bijuterias, as jóias mais finas, zíperes, moedas, tesouras, grampos, canetas, pinças, enfim, uma infinidade de produtos que utilizamos dia a dia. As lesões causadas por ele vão aparecer nos locais onde usamos os produtos. Assim sendo, é comum observarmos uma vermelhidão do pescoço daqueles que usam corrente feita com níquel, alergia no lóbulo da orelha daqueles que usam brincos com níquel, e assim por diante. Essas lesões provocam muita coceira, vermelhidão, às vezes bolhas. Uma forma de solucionar o problema é evitar de usar essas bijuterias ou produtos que estejam provocando a alergia, além de usar uma pomada a base de corticoide para aliviar os sintomas.

Outro tipo de alergia de contato comum é aquele provocado pelo uso de cosmésticos e tinturas de cabelo. A região dos olhos é a mais susceptível ao uso de maquiagem, mas pode afetar outras partes do rosto. Mesmo produtos como hidratantes, protetores solar, perfumes e outros produtos usados na pele podem provocar reação alérgica. Em geral, a alergia dos cosmésticos é causada pelos perfumes colocados nesses produtos. Deve-se incluir nesta lista também os desodorantes como causadores de alergia. Outro ingrediente que normalmente está presente nos cosmésticos e que é responsável pelas alergias de pele são os preservativos, que são colocados nos produtos para prevenir que se contaminem com bactérias. Os sintomas são de coceira, vermelhidão no local,muitas vezes com descamação e até mesmo bolhas. Em geral, a pessoa percebe a irritação quando muda para um novo cosméstico, porém, nem sempre é possível saber o que está provocando a alergia, principalmente se a pessoa usa vários produtos diferentes. Quando houver dúvida em se detectar qual é o agente que está provocando a alergia, o melhor jeito é fazer um teste alérgico, colocando-se todos os possíveis alérgenos em contato com a pele, em forma de emplastro, para ver qual é o causador do problema. Sabendo-se qual é o causador da alergia, a melhor forma é não usar qualquer produto que contenha aquele agente. Fique algum tempo sem usar nenhum produto para depois testar um outro cosmético. Para tratar o problema em si, usa-se cremes a base de corticoides, sendo que para a região dos olhos deve-se usar uma fórmula bem mais fraca, pois é uma região bem sensível.

Também são frequentes as alergias de contato por produtos de borracha como sandálias, pulseiras de relógio, e aqueles produtos feitos a base de latex, como por exemplo, as luvas cirúrgicas e até mesmo a camisinha. Em relação às luvas cirúrgicas, o problema vem crescendo muito, principalmente entre os médicos e dentistas que necessitam usá-las frequentemente. Muitas vezes, a alergia nem é causada pelo latex em sí, mas pelos produtos que são colocados nas luvas, como o talco. é preciso diferenciar bem o agente causador. Para aqueles com alergia à luva de latex, estão sendo fabricadas luvas de vinil e outros materiais sofisticados que não provocam alergia. Outro problema sério tem sido em relação às camisinhas, também produzidas por latex. Como ultimamente vem crescendo o número de doenças transmissíveis pelo sexo, tem sido muito recomendado o uso de preservativos como forma de prevenção. Mas, com isso tem surgido mais casos de alergia ao produto. Como uma forma de melhorar a situação, estão sendo fabricadas camisinhas com outros materiais que não o latex, como por exemplo estireno e polímeros. é bom salientar que nem sempre a alergia é causada pelo preservativo em si, mas pode ser causada pelos lubrificantes que são colocados na camisinha quando são produzidos. Nesse caso, mudando-se de uma marca para outra pode resolver o problema.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Vários outros produtos podem causar dermatite de contato, como por exemplo o mercúrio-cromo, o mertiolate e outros medicamentos aplicados à pele. Em relação ao sol, não é o sol em sí que provoca a alergia, mas a exposição aos raios ultra-violeta pode provocar uma reação com algum produto que foi aplicado na pele e causar alergia. Até mesmo alguns bronzeadores e bloqueadores solares podem provocar alergia em determinadas pessoas. Algumas pomadas antibacterianas, perfumes e cosméticos podem se enquadrar nesse grupo. Para fazer o diagnóstico, segue-se o mesmo esquema para outras dermatites de contato. O tratamento como sempre é baseado principalmente em evitar a exposição. Para alívio dos sintomas, usar pomada corticóide e, se necessário, o uso de antihistamínicos por via oral.Mas lembre-se antes de qualquer coisa consulte um médico, para que ele possa diagnosticar a doença e prescrever medicação. Nao se auto-medique.

3 comentários:

  1. meu filho começou com uma pequena bolhinha no pescoço e no mesmo dia coçando bastante essa bolhinha estourou e entao dai pra frente só piorou, aumentou bastante e ficou com pus e sangra toda hora, forma uma casca mas sangra e a casca fica mole e cai, ele reclama que arde e doi, nao sei o que passa, levei no medico e receitaram uma pomada trok-n já esta passando mas nao mudou nada e além disso apareceu mais duas bolhas em baixo do braço com pus e esta aumentando tambem.

    ResponderExcluir